sexta-feira, 10 de março de 2017

Bóris

Para além do estágio, há outra pequena razão para não ter andado tão presente por aqui.
Essa razão nasceu dia 14 de Novembro, tem 4 patinhas, um rabo fofo e gordo e veio para nós com quase 9 semanas de vida. Ficou com o nome de Bóris.
 A mãe dele era incrivelmente meiga e conformada, por isso mesmo na 8ª semana de vida e com aqueles dentinhos de leite, o miúdo ainda mamava. O que não é muito fixe para nós, pois o papel de mãe deveria ser ensinar à cria "Olha que não podes beber leite porque essas coisinhas afiadas que tens na boca aleijam a sério".
 Foi o primeiro desafio, ter a paciência para redireccionar a boquinha dele das nossas mãos e roupa para os brinquedos dele. 
 De resto, é um cachorro bastante pachorrento, com muita vontade de brincar, que se porta bem na escola nas aulas de sociabilização e que já aprendeu montes de truques por gulodice. Embora tenha quase 20kgs ainda gosta de caminhar connosco no quintal por entre as nossas pernas, mas já sabe andar bem à trela e consegue detectar todo o lixo possível nos passeios para o meter à boca.
 Quando a minha mãe disse que queria um Terranova eu bem lhe tentei trocar as voltas para um rafeiro (escrevi sobre a minha aversão em comprar animais aqui), mas a verdade é que já não trocava o Bóris por nada. É o meu cão. Um totó lindo.

#FollowMeToOurBackyard

Tenham um óptimo fim de semana!

Com amor,
Catarina

2 comentários:

Diogo Figueiredo disse...

Bué fofo!

Your master;
<3

Tulipa Negra disse...

Que coisinha mais amorosa!