quarta-feira, 29 de março de 2017

Saúde 24

Eu não sei se sou eu que tenho azar, se tenho um estômago sensível ou se a minha disciplina para comer coisas que não me sabem assim tão bem é na verdade um defeito, mas a verdade é que preciso das duas mãos se quiser-vos apontar o número de vezes que já tive uma toxinfeção alimentar.
 A semana passada fui à Irlanda com o meu namorado, visitar os meus tios e prima que moram perto de Dublin e passear um pouco. Uma espécie de prenda pelos 6 meses de estágio.
 Mas no penúltimo dia comecei com vómitos e febre e logo desconfiei de uma batata doce que tinha comido na noite anterior ao jantar.
 Fomos a uma clínica por lá, o médico examinou-me e receitou-me medicação. Nada de estranho.
O estranho foi no dia seguinte já em Portugal (ainda zonza e com alguns vómitos) eu reparar que... bem... o meu xixi parecia radioactivo com a cor laranja que tinha. Fui logo ler a bula dos medicamentos receitados e não era um efeito expectável de nenhum dos dois. Lembrei-me então da Saúde 24. A única vez que me lembrava de a termos usado foi na altura da Gripe A, em que o meu irmão ficou gripado e ligámos para tirar dúvidas. O sortudo tinha só uma contipação normal mas devido ao plano de contingência não o deixavam ir para a escola 5 dias. 5 dias que ficou a jogar computador por casa...
Continuando, liguei, fui atendida minutos depois por uma simpática enfermeira, expliquei a minha situação e a medicação que estava a tomar e ela, após confirmar com alguém superior, disse-me que poderia ser um caso de sobredosagem e lesão hepática e que o melhor seria dirigir-me para um centro de saúde. A melhor parte é que, como eu ainda estava por Lisboa e o meu centro de saúde é em Leiria, indicou-me logo onde eu me podia dirigir e em que horário. Chegando lá só tive que indicar que tinha vindo por parte da Saúde 24, que eles tinham lá o registo, fui atendida em cerca de meia-hora após ter chegado e fiquei isente da taxa moderadora.
 Realmente tinha sinais de danos hepáticos e bilirrubinuria porque o médico irlandês me indicou uma dose superior à recomendada, mas felizmente já fui repetir as análises e o meu fígado está fresco e fofo.
Isto tudo para elogiar este serviço do Sistema Nacional de Saúde, que tão bem me esclareceu e redireccionou para ser devidamente atendida e tratada. Um bem haja!


Com amor,
Catarina

2 comentários:

pequenasvontades disse...

Só posso falar bem da linha de saúde 24! Há dois anos atrás tive uma grave infecção pulmonar e fui pessimamente seguida num hospital aqui em Lisboa. Numa altura de crise série foi a médica da linha que me encaminhou para o serviço e médico certo que vieram a salvar-me a vida =)

Diogo Figueiredo disse...

E o médico irlandês pode ir por um arco íris num certo sítio!

Your master;
<3