quarta-feira, 26 de abril de 2017

Guia para Londres - Greenwich, Tower Bridge & St Paul's Cathedral

 Por proximidade ao hospital onde estava a estagiar, fiquei numa pequena localidade que ficava bem mais perto de Greenwich do que de Londres. A meio de uma conversa, a minha senhoria falou-me sobre ir até Greenwich e aproveitar para andar de barco até Londres pelo rio Tamisa, que era uma experiência bonita. Aceitei a sugestão e lá fui eu.
 A viagem de barco sucedeu no meu último dia de passeio, antes de voltar para Portugal. Foi o dia em que de seguida fui ao Carnaval de Notting Hill e acabei a tarde em Hyde Park.
 No dia anterior tinha ido ver algumas das famosas pontes por Londres e mais alguns marcos da cidade que me tinham escapado.
 Sei que da próxima vez (espero que haja!) que visite a capital inglesa, tentarei fazer um percurso até às pontes e depois a viagem até Greenwich (que parte de Westminster ou da London Bridge), pois com tanto deslumbramento esqueci-me de ir ver o local que assinala o meridiano...

O primeiro ponto de visita em Greenwich, foi o Greenwich Park. onde se encontra o Royal Observatory. Já foi um espaço de caça, mas actualmente é um parque onde se vê famílias e turistas a passear. É enooorme e, deslumbrada com a paisagem, deixei-me perder lá dentro enquanto absorvia aquela atmosfera pacífica e natural.


Sem ser a paisagem "natural" também existiam zonas, interditas a cães, com jardins bem estruturados cheios de flores e espécies de flora mais exóticas.
 Encantei-me por exemplo com os Rose Gardens das fotos abaixo.




Foi neste café acima, que comi qualquer coisa a meio da manhã. Lembro-me que o ambiente era acolhedor e super adorável.
 Saí do parque e dirigi-me sem pressas para o local de onde saem os barcos que fazem a ligação com Londres. Do pouco que vi, Greenwich tinha ruas bastante engraçadas e pequenos mercados por toda a parte com muita diversidade cultural.

Um dos locais em que podem sair do parque é London Bridge, que eu tinha visitado no dia anterior. Imponente, mas também bastante bonita e convidativa com os tons azuis e dourados.


A Millenial Bridge é uma das pontes mais recentes, mas que permite também uma óptima visão para as duas margens do rio Tamisa. 



 Perto dela têm a Catedral de St. Paul, à qual não consegui tirar uma fotografia decente tal é a sua enormidade. A cúpula é impressionante e os jardins à volta também são convidativos a comprar qualquer coisa perto e consumir enquanto se admira a catedral. Dos edifícios mais imponentes que já vi.




E com esta me despeço dos locais de Londres! Confesso que, embora goste de recordar os meus passeios, tornava-se cada vez mais difícil ter motivação para escrever sobre esta viagem de há 8 meses atrás. Mas mais vale tarde que nunca, certo?

Com amor,
Catarina


Outras publicações sobre Londres: DicasWalk Like a LondonerBrightonCamdenCarnaval de Notting Hill

1 comentário:

Diogo Figueiredo disse...

Mal posso esperar para ler sobre mais viagens!

Your master;
<3